Quanto custa um serviço de Remodelações na Zaask 1000€ - 65000€

Preços com base na média nacional

Remodelar uma casa pode ser um óptima forma de adaptar uma casa onde já se encontre à utilização que dela quer fazer ou poderá ser um investimento que irá fazer numa casa que quer adquirir. Por vezes, fazer uma compra e assumir a remodelação é menos dispendioso que comprar uma casa restaurada ou remodelada. Além disso, assim a casa irá estar adequada ao seu dia-a-dia.

Se, pelo contrário, pretende fazer uma remodelação para valorizar mais o seu imóvel e prepará-lo para uma venda, então o ideal é fazer uma breve prospecção de mercado e perceber que género de habitantes se encontram a procurar casa na zona. Serão famílias ou casais a começar uma vida nova? Ou falamos de uma zona de estudantes ou de jovens adultos que ainda dividem casa?

Independentemente do seu objectivo, uma remodelação pode tanto referir-se a grandes mudanças na estrutura de uma casa (por exemplo, aumentar a área de uma divisão) ou a remodelações relacionadas com a decoração e manutenção da casa.

Para começar a remodelação deve primeiro definir o seu objectivo e também qual é orçamento que tem disponível para as diversas rubricas associadas a este tipo de trabalho.

Ainda que o preço de uma remodelação de casa varie, o custo médio de uma remodelação de integral casa é de 25000€, mas pode vir a gastar entre 1000€ e 65000€. Descubra que factores influenciam os valores das remodelações.

Projecto de arquitectura

Nem todas as remodelações necessitam de um projecto de arquitectura, no entanto, as remodelações que impliquem alterações na estrutura e fachadas podem necessitar de autorização da autarquia. Abrir ou fechar janelas, adicionar acessos, fazer uma garagem são tudo questões que necessitam de autorização da autarquia. Para isso, será necessário um projecto de arquitecto, que será a pessoa responsável por garantir que as alterações serão feitas em conformidade com a legislação em vigor. Os projectos de arquitectura são calculados em função da área de construção.

No caso de ser necessário projecto de arquitectura também irá ser necessário garantir os projectos das especialidades, não se esqueça de garantir que o orçamento que irá pedir inclui todas as especialidades. Os projectos de arquitectura por norma são calculados em função do orçamento da obra, sendo que o projecto de arquitectura ronda os 2 ou 3% dos custos totais da construção.

Licenças

No caso de ser obrigatório um projecto de arquitectura e especialidades, irá necessitar das licenças necessárias para iniciar uma obra. Como já referimos, o arquitecto poderá ser a sua ligação com a autarquia e ficará responsável por garantir a aprovação do projecto bem como o levantamento das licenças e alvarás.

As remodelações que não necessitam de licenças são as pequenas remodelações, como pintar uma divisão ou abrir uma divisão em sua casa, por exemplo tornar a sua cozinha e sala numa única divisão. Cuidado que apesar de algumas obras não necessitam de licença não significa que não seja obrigado a comunicar as alterações à câmara com antecedência.

Custo por m2

O orçamento da remodelação em si será calculado a partir da área total da remodelação ou caso exista, a partir do projecto de arquitectura. O preço por metro quadrado para uma remodelação pode variar muito em função projecto. Os factores que afectam o custo por metro quadrado incluem a extensão geral do trabalho, os acabamentos, a região geográfica, os materiais, os planos arquitetónicos e o custo para pessoas subcontratadas necessárias como electricistas, profissionais de carpintaria e canalização.

Mão de obra

O custo associado à mão de obra está obviamente ligado ao tipo de remodelação que irá ser feita. Poderemos necessitar de todos os profissionais desde o início do processo, isto é, dos serviços de trolha ou pedreiro, no caso de existirem alterações à estrutura ou dos pavimentos. Por outro lado, poderá ser necessário contratar apenas pintores ou profissionais com experiência na colocação de papel de parede. 

Em obras mais complexas também podem ser necessários picheleiros ou canalizadores, bem como electricistas para garantirem as correctas ligações eléctricas ou aumentarem o número de tomadas, por exemplo. No caso dos canalizadores, a verdade é que em casas antigas os canos costumam ser uma das maiores fontes de problemas. Neste caso a opção passa por abrir paredes e pavimentos para remover os canos antigos e colocar novos ou então pode fazer-se uma ligação no exterior dos paredes, normalmente junto aos rodapés, que irá permitir uma poupança substancial.

Duração da remodelação

A duração da obra também irá ser reflectida no custo final da remodelação. Para projectos muito complexos, iremos necessitar de várias semanas de trabalho ou vários meses. Uma remodelação completa pode perfeitamente durar mais do que meio ano. No entanto, pequenas alterações como pintar uma divisão podem ficar concluídas em dois de trabalho.

Estado de conservação

A manutenção que foi sendo feita ao longo do tempo também irá pesar no custo final da remodelação. Se estivermos a falar de uma casa em boas condições, sem infiltrações, com as canalizações actuais o investimento necessário para remodelar será muito menor que no caso de ser necessário fazer novas ligações eléctricas ou novas canalizações.

Materiais de construção

Para todo o tipo de materiais de construção encontramos diferentes gamas em termos de qualidade e design. Obviamente, consoante a qualidade e nobreza do material, o custo de um m2 pode aumentar exponencialmente. Em termos de pavimentos, podemos comparar os pavimentos mais em conta, os flutuantes com os soalhos. A instalação de pavimentos flutuantes ronda em média os 6€ por m2. Já no caso das madeiras encontramos variados preços superiores só para o material, sem contar com a mão de obra. Para termos uma ideia, aqui seguem exemplos de preços para pavimentos de madeira com ripas de 20*100 ou 20*140cm:  

  • Soalho em pinho - 11€/m2
  • Soalho em carvalho - 33,50€/m2
  • Soalho em jatobá - 33,5€/m2
  • Soalho wenge - 56€/m2 
  • Soalho em nogueira - 63€/m2

Tipo e número de divisões

O tipo de divisões a serem remodeladas também irá fazer variar o custo da remodelação, isto porque os materiais necessários para uma remodelação de uma cozinha ou de uma sala de estar são completamente distintos, sendo que a primeira é uma obra de muito maior complexidade. O número de divisões também será indicativo do orçamento final, imaginemos que apenas quer remodelar duas divisões o orçamento apresentado irá ser muito menor que para remodelar uma casa inteira com dez divisões.

Remodelação de cozinha

Em termos de orçamentos médios, o custo dado por profissionais para remodelar completamente a cozinha ronda os 3700€. Nesta divisão, podem ser remodelados os pavimentos, paredes, tectos, móveis e equipamentos. No caso de estar interessado em utilizar a típica tijoleira, então pode contar com um preço à volta de 8/10€ por m2. Apesar do investimento ser superior, os azulejos são um piso muito resistente à humidade e diferentes temperaturas, que é o motivo pelo qual são utilizados tanto em cozinhas como casas de banho. Além do mais, também são extremamente fáceis de limpar.

Remodelação de casa de banho

Se tem em vista remodelar integralmente a casa de banho, o custo ronda os 2323€. Uma remodelação de casa de banho pode ser mais simples ou mais complexa. Pode optar por melhorar o pavimento colocando novos azulejos, actualizar as louças e fazer uma nova pintura. No entanto, um projecto de casa de banho mais extenso em que se adicionam elementos de luxo como cabines de chuveiro ou banheira com hidromassagem irá fazer com que o custo seja superior. A utilização de mármore ou outras pedras nobres em vez do comum azulejo também irá aumentar o preço.

Remodelação de um quarto

Remodelar um quarto é muito comum principalmente quando estamos a preparar a divisão para receber uma criança ou então uma criança que cresceu e já não se identifica com a decoração do seu quarto. Mas este não é obviamente o único motivo para o fazer! Se falarmos de uma remodelação que inclua também alterar a mobília do quarto podemos falar de um orçamento entre 1000€ a 4000€. No entanto, se quisermos apenas pintar paredes ou colocar papel de parede poderemos ter orçamentos entre os 200€ e os 500€.

Remodelação de mais que uma divisão

Ao incluir mais do que uma divisão de uma casa num projecto, pode contratar um empreiteiro que o irá ajudar a criar um plano e ajudar a economizar custos. A realização de diferentes projectos com diferentes profissionais pode ser mais dispendioso. Normalmente, os empreiteiros ou construtoras incluem um serviço de gestão de projectos para todas as especialidades, fazendo com que a articulação entre as diferentes equipas seja muito mais fluída. Isto traduz-se numa diminuição da duração da obra.

Além disso, quando várias divisões são remodeladas ao mesmo tempo, é mais fácil conseguir um trabalho coeso e projectar a mesma estética em toda a casa, usando as mesmas marcas de produtos e materiais. Como um projecto de várias divisões oferece à empresa contratante um maior volume de trabalho, os custos de uma divisão serão menores do que se fossem abordados individualmente. Os acabamentos desejados, o volume de trabalho e as áreas das divisões vão influenciar os custos totais do projecto. 

Isolamento

Uma vez que vai remodelar uma casa, uma das questões que deverão ser abordadas é o isolamento, independentemente de falarmos de isolamento acústico ou térmico, esta é uma excelente oportunidade para melhorar estes aspectos. 

No caso de alterações da estrutura da casa, como a construção de novas paredes, talvez seja possível adicionar material isolante. Também poderá ser possível aplicar os materiais de isolamento na camada exterior da casa, principalmente se falarmos em moradias ou vivendas. No entanto, a forma mais comum de optimizar o isolamento é na construção de tectos falsos, principalmente em casas de traça antiga com o pé-direito muito alto. O isolamento térmico tem um custo médio de 4900€ mas os valores variam bastante consoante o material escolhido e as áreas da casa. Apesar do investimento ser muito elevado, o impacto na sua qualidade de vida e também na diminuição de consumo energético relacionado com a regulação de temperatura poderá compensar a longo prazo.

Já no caso do isolamento acústico, os valores rondam os 11€ por metro quadrado, dependendo da área e material utilizado, que poderá ir desde a aplicação de cortiça, membranas e mantas acústicas.

Também é possível melhorar o isolamento com a instalação de novas janelas e caixilharias. As janelas poderão ser em diferentes materiais, sendo os mais comuns o PVC e alumínio. As janelas de vidro duplo garantem um melhor isolamento. Dependendo da dimensão, poderão ser janelas de correr ou janelas com aberturas laterais, ou duas portas-janelas. Os sistemas oscilo batentes são mais caros do que os sistemas mencionados previamente.

Acabamentos

Os acabamentos também poderão fazer uma grande diferença no orçamento, se optarmos por acabamentos melhores, como tintas de melhor qualidade, louças para casas de banho com design ou cozinhas com materiais nobres. Alguns acabamentos podem não significar um aumento na qualidade vida mas outros poderão ser significativos se, por exemplo, representarem um aumento significativo em relação à resistência à humidade, maior isolamento sonoro e outras questões semelhantes. As tintas brancas de cozinha e casa de banho podem variar entre os 10€ e os 17€ para a mesma quantidade.

Paredes

Uma das formas mais fáceis de fazer uma remodelação ou de dar um ar menos usado à casa, é dar uma nova forma às paredes. Isto poderá ser feito de duas formas ou pintado as paredes novamente, aliás, neste momento ainda se encontra actual o design de interiores que inclui uma parede de cor distinta e mais forte numa divisão. Outra questão que está novamente actual é a utilização de papel de parede com os seus diversos padrões. Apesar de poder parecer fácil, colocar papel de parede correctamente pode ser tão complexo quanto aplicar pavimento flutuante. Os rolos de papel de parede com cerca de 10 metros podem custar entre 11€ e 50€ dependendo do tipo e dos padrões. Já uma lata de tinta branca de interior com capacidade para pintar 50m2 de área ronda os 20€-40€. 

Em relação às paredes de azulejo, que também podem ser pintadas em vez de substituir os azulejos, o custo de uma lata de tinta para uma cerca de 24m2 pode custar à volta de 50€.

Independentemente da sua decisão, o que é essencial é fazer uma preparação das paredes e resolver qualquer problema de infiltração existente antes de pintar novamente a divisão ou colocar o papel de parede. No caso de decidir pintar azulejos, por vezes também pode ser necessário proceder a uma preparação prévia dos mesmos.

Tectos

Os tectos e as paredes podem necessitar de maior manutenção no caso de a sua casa ter muita húmida. Para remodelar os tectos será sempre necessário tratar da parte do tecto que tem manchas de humidade e infiltrações em primeiro lugar. Se for uma infiltração muito grave pode ser necessário picar a parede e colocar massa novamente. Obviamente que em termos de manutenção poderemos falar apenas de pintar o tecto, no caso de falarmos de remodelações superficiais ou podemos ponderar colocar tectos falsos em pladur ou tectos falsos feitos em gesso cartonado e com estuque decorativo. O preço médio para colocar tectos falsos, com o material incluído ronda os 850€. Já no caso de querer um tecto decorativo os preços médios rondam os 1200€. Apesar de poder parecer um investimento elevado, não se esqueça que esta também é uma excelente oportunidade para optimizar o isolamento acústico e sonoro.

Mobiliário, eletrodomésticos e decoração

Quando pensamos numa remodelação também teremos que estabelecer um orçamento para mobiliário que seja necessário substituir, electrodomésticos e decoração. Esta não deve ser a última coisa a tratar pois alguns móveis ou eletrodomésticos podem necessitar ou beneficiar de instalação profissional. Serão o caso dos móveis de uma cozinha ou colocação de louças nas casas de banho. No caso de elementos decorativos como candeeiros ou mesmo quadros e espelhos pode aproveitar o trabalho da equipa de construção. Para além disso, os próprios electrodomésticos variam, como exemplo podemos encontrar máquinas de lavar roupa entre os 170€ e os 2000€. Os frigoríficos podem variar entre os 150€ para pequenos frigoríficos e os 3800€ para frigoríficos americanos.

Comprar novos móveis

Umas das questões mais pertinentes é se a remodelação irá incluir a compra de novos móveis. Se for o seu caso, então pode contar com um aumento no custo final. Contudo, por vezes é mesmo necessário fazê-lo. Seja porque as crianças cresceram, a família aumentou ou simplesmente porque algum dos móveis já atingiu o seu limite. As opções para comprar novos móveis vão desde as lojas de grandes dimensões como o IKEA, Moviflor e outras, ou então a pequenas carpintarias. Os móveis feitos à medida serão sempre mais caros do que os móveis produzidos em massa. Se procura um orçamento mais baixo então poderá pensar em reaproveitar os seus móveis.

Pintar ou restaurar móveis

Muitas vezes para remodelar a casa podemos manter os móveis que temos, dando-lhes uma nova expressão que se adeque ao novo estilo da casa. Para isso podemos pintar móveis de madeira ou lacar móveis para ter um acabamento brilhante. Outras opções também mais económicas incluem mandar estofar novamente sofás, reforçando o enchimento do mesmo, tornando-o tão confortável quanto no momento da compra.

Procura Remodelações para o seu próximo projecto?
Agora que tem uma ideia dos preços vamos encontar o profissional certo para si!

Como sabemos estes preços?
Todos os anos, milhares de pessoas procuram profissionais na Zaask para os seus projectos. Monitorizamos os orçamentos dos profissionais e partilhamos essa informação consigo.
25k Projectos mensais
+400k Orçamentos dados
15k Profissionais que orçamentaram