Quanto custa um serviço de isolamento térmico no telhado na Zaask 15€ - 100€ /m2

Preços com base na média nacional
Chart
152080100

O preço médio de colocação de isolamento térmico no telhado varia entre 12€/m2 e 100€/m2. Os preços variam consoante o tipo de material isolante utilizado e as caraterísticas do telhados, bem como a sua acessibilidade.

Tipo de isolamento

Preço m2

Isolamento em poliestireno expandido (EPS)

15€ - 36€/m2

Isolamento térmico em cortiça

20€ - 80€ /m2

Isolamento térmico em lã rocha 

15€ - 32€ /m2

Colocação de painéis sandwich

30€ - 100€ /m2

 

A colocação de isolamento térmico no telhado é uma das aliadas que garante a sua preservação, sendo fundamental para a melhoria das condições climatéricas no interior da casa, entre outras vantagens.

A escolha do material a utilizar para o isolamento térmico da cobertura é preponderante e varia conforme o tipo de acabamento pretendido e o clima existente no local onde a casa ou edifícios estejam localizados.

 

Vantagens de colocar isolamento térmico no telhado  

 

Existem várias vantagens a ter em conta aquando da decisão de colocar isolamento térmico no telhado. Nos pontos abaixo, apresentamos algumas destas vantagens:

  • Conforto térmico e isolamento acústico – O isolamento térmico no telhado irá permitir o controlo da temperatura no interior da casa, isto é. O isolamento térmico, através da camada de proteção, permite manter a temperatura interior, independentemente das temperaturas exteriores mais elevadas ou baixas. Através da colocação de isolamento térmico, é ainda possível reduzir o impacto do som exterior
  • Redução do consumo energético e sustentabilidade – A colocação de isolamento térmico no telhado significará uma redução do consumo energético na regulação da temperatura. Ao reduzir o consumo energético, significará também uma redução na poluição que advém do consumo de energia.
  • Evita a humidade e garante uma maior durabilidade do telhado – A colocação de isolamento térmico evita que se crie humidade, tanto por condensação como por infiltração de água, o que significará também uma maior preservação e durabilidade tanto do telhado como do edifício ou casa.
  • Evita a propagação de fungos e bactérias – Alguns dos materiais isolantes mais recentes no mercado têm como características o fato de não serem tóxicos e por conterem na sua posição agentes que evitem o aparecimento de fungos e bactérias

Materiais isolamento térmico para telhado 

Material

Preço

Lã rocha 

4€ - 25€ /m2

Lã mineral

2€ - 20€ /m2

Poliestireno Extrudido (XPS)

6€ m2 - 21€ /m2

Poliisocianurato (PIR)

6€ m2 - 21€ /m2

Poliestireno expandido (EPS) 

2€ -13€ /m2

Aglomerado de cortiça expandido (ACE)

12€ - 20€ /m2

Poliestireno Extrudido (XPS)

6€ m2 - 21€ /m2

Lajetas térmicas

19€ - 27€ /m2

 

Atualmente, existem inúmeras opções quanto ao tipo de materiais utilizados no isolamento térmico de coberturas. A escolha do material isolante a utilizar é preponderante e deve ser feita consoante o tipo e caraterísticas do mesmo. A seleção do material a utilizar está, também, dependente  das condições climatéricas do local onde o edifício se localiza.

Assim, apresentamos nos pontos abaixo alguns destes materiais isolantes e respetivas caraterísticas:

 

  • Lã de rocha – Constituído por filamentos de rochas basálticas e outros minerais, aglutinados com uma resina orgânica. Carateriza-se por elevado desempenho como isolamento térmico e acústico, resistência ao fogo, facilidade de instalação, não ser prejudicial à saúde (impede inclusive a proliferação de fungos ou bactérias), e, sendo quimicamente neutra, não origina substâncias prejudiciais ao meio ambiente. Apresenta uma boa relação custo/benefício.
  • Lã mineral – Muito semelhante à lã de rocha, distinguindo-se pela matéria-prima utilizada, a sílica e sódio, em geral provenientes de reciclagem, e também aglutinados com resinas. Apresenta caraterísticas semelhantes às da lã de rocha, embora possuindo uma menor resistência ao fogo. Fabricada com material quase 100% reciclado, é um material sustentável e ecológico.
  • Painéis sandwich - O sistema de painel sandwich tem vindo a tornar-se popular porque é uma das opções económica, de fácil aplicação e grande durabilidade. Um painel sandwich é uma placa composta por duas chapas de aço pré-lacado ou galvanizado intercaladas, geralmente, por uma camada de espuma rígida de poliuretano. De realçar que o painel sandwich dispensa acabamentos e revestimentos que encarecem a obra. 
  • Poliestireno Extrudido (XPS) – Constituído por placas rígidas de espuma rígida de poliestireno extrudido. Destaca-se por poder ser aplicada em coberturas inclinadas, invertidas e ajardinadas. Carateriza-se pelo excelente desempenho térmico, facilidade de instalação, elevada resistência mecânica e resistência à água.
  • Poliisocianurato (PIR - PIR significa poliuretano de poliisocianurato) – Também fornecido em placas, pode ser aplicado em coberturas inclinadas e invertidas. Carateriza-se por ter a maior capacidade de isolamento térmico, mais leve e em placas de menor espessura, o que facilita a sua utilização em condições mais exigentes de aplicação. É, no entanto, o mais caro dos isolantes térmico. Para além do melhor desempenho térmico, apresenta todas as caraterísticas do XPS
  • Poliestireno expandido (EPS) – Comumente designado de esferovite, é um produto com diversas aplicações na construção. As abobadilhas em EPS são bastante utilizadas na execução de lajes aligeiradas em coberturas. O EPS carateriza-se pelo seu peso reduzido, bom isolamento térmico e acústico, facilidade e rapidez de instalação, eficiência energética
  • Aglomerado de cortiça expandido (ACE) – Carateriza-se por ser, de todos, o mais amigo do ambiente, sendo totalmente reciclável e reutilizável, e não contendo aditivos na sua composição e de Carbono negativo (não é emitido no seu fabrico). Para além do seu desempenho térmico e acústico, é ainda antivibrático. Apresenta um bom comportamento quando exposto ao fogo, promove a qualidade do ar interior (Classificação A+) e tem uma alta durabilidade, mantendo as suas caraterísticas ao longo do tempo
  • Telas refletoras ou Telas termo-refletoras – Constituídas, em geral, por uma espuma de polietileno, com revestimento exterior, em ambas as faces, de poliéster metalizado ou alumínio. Podem ainda ter um acabamento decorativo na sua face inferior, quando aplicadas à vista. Podem ser utilizadas tanto em coberturas planas, como inclinadas. Caraterizam-se pelo sistema de isolamento térmico por reflexão do calor do exterior, no verão, e redução de perdas de calor no inverno. Não apresenta riscos para a saúde e destaca-se pela sua facilidade de instalação
  • Lajetas térmicas Opção ideal para coberturas planas (terraços), principalmente, para as que sejam acessíveis. São constituídas por uma base de isolamento térmico em espuma de poliestireno extrudido (XPS), protegido, na sua face superior, por uma camada de argamassa, sendo esta composta por inertes selecionados e aditivos especiais. Para além de um bom desempenho como isolante térmico, apresenta diversas vantagens, tais como: alta durabilidade, resistência à água, possibilita uma eficiente drenagem, fácil reparação da impermeabilização, entre outros. 

 

 

 

 

Isolamento térmico da cobertura pelo interior ou pelo exterior:

Consoante as caraterísticas das coberturas, a aplicação de isolamento térmico está sujeita a condições distintas. Sendo que as coberturas podem ser planas ou inclinadas, a aplicação de isolamento térmico diferencia-se, sumariamente, da seguinte forma:.

  • Em coberturas planas, que é o caso dos terraços, o isolamento térmico deverá ser feito pelo exterior. Só em condições especiais poderá ser feito pelo interior.

 

  • Em coberturas inclinadas, em geral sob a forma de telhado, o isolamento térmico poderá ser aplicado pelo interior.

 

 

Isolar cobertura plana vs cobertura inclinada: 

A existência de coberturas planas ou inclinadas é uma opção de projeto inicial da construção, sendo muito comum a existência das duas situações no mesmo edifício. Deste modo, a reparação e/ou recuperação de uma estrutura existente está condicionada pelo tipo e forma da mesma.

À exceção das lajetas térmicas, que só podem ser aplicadas em coberturas planas, todos os restantes materiais isolantes indicados podem ser utilizados também em coberturas inclinadas (telhados).

Apresentamos, nos pontos abaixo, quais as diferenças relativamente à colocação de isolamento térmico em coberturas planas e coberturas inclinadas:

  • No caso de coberturas planas, e dependendo do estado de conservação e das caraterísticas da mesma – terraço visitável ou não, com equipamentos aí instalados (painéis solares, AVAC ou outros), ou outras situações –  terá de escolher-se um tipo de isolamento que se possa adaptar a cada caso. Sendo aconselhável que o isolamento (e a impermeabilização) seja feita no exterior, poderá acontecer que as condições da cobertura não o permitam e então terá de fazer-se pelo interior. No exterior deverá escolher-se o material adequado à situação existente, sendo que só as lajetas térmicas dispensam outro tipo de material adicional, isto é, não necessitam de qualquer revestimento ou camada superior de proteção como sucede com todos os outros materiais indicados.
  • Quanto às coberturas inclinadas (telhados), o seu isolamento deverá efetuar-se pelo interior e nunca sobre a telha. Poderá suceder que, face ao estado em que o telhado se encontra, ou à necessidade de também se proceder à impermeabilização do mesmo, a sua reparação obrigue à retirada das telhas, que serão posteriormente recolocadas – esta é uma intervenção de fundo que muitas vezes não se justifica. 

Tratando-se de um telhado, temos, em geral, duas situações distintas

  • As telhas estão à vista, aplicadas sobre uma estrutura metálica, de madeira ou de betão, o que é comum nos chamados “desvãos” da cobertura (ou sótãos não acessíveis), 
  • As telhas estão assentes sobre laje de betão armado ou estrutura metálica ou de madeira, mas com forro interior, que é o caso comum dos sótãos acessíveis ou em qualquer tipo de compartimento utilizável do edifício. 

Estas duas situações obrigam a intervenções distintas e, será necessária uma inspeção por profissionais especializados/as que indicarão, então, qual o tipo ou tipos de materiais a utilizar.

Procura isolamento térmico no telhado para o seu próximo projecto?
Agora que tem uma ideia dos preços vamos encontar o profissional certo para si!

Como sabemos estes preços?
Todos os anos, milhares de pessoas procuram profissionais na Zaask para os seus projectos. Monitorizamos os orçamentos dos profissionais e partilhamos essa informação consigo.
25k Projectos mensais
+400k Orçamentos dados
15k Profissionais que orçamentaram
Para lhe proporcionar a melhor e mais rápida experiência possível, este site guarda cookiesAceitar