Quanto custa um serviço de construir rampas para mobilidade reduzida na Zaask 200€ - 700€

Preços com base na média nacional

Pessoas com mobilidade reduzida têm o direito de ter um acesso facilitado e autónomo a todo o tipo de edifícios. A construção de rampas de acesso para pessoas que se deslocam em cadeiras-de-rodas e scooters é da responsabilidade dos proprietários dos estabelecimentos destinados ao público ou dos condomínios dos prédios residenciais.

Para a realização deste serviço, recorre-se a empresas ou profissionais de construção civil. Actualmente, no território nacional, o valor cobrado pela instalação de uma rampa de acesso ronda os 300€. Obviamente que questões como a dimensão, tipo de materiais e a região do país podem fazer os preços variar entre 200€ e 700€.

Dimensões da rampa 

Na construção das rampas de acesso para pessoas com mobilidade reduzida, é necessário respeitar normas técnicas definidas em decreto-lei. A inclinação da rampa pode mudar ligeiramente consoante a altura e o espaço disponível; a existência de corrimãos é obrigatória quando a inclinação é maior e noutras situações; a largura e o comprimento da rampa têm de obedecer a especificações; e, no caso de rampas com mais do que um lanço, deve existir um patamar de descanso entre os lanços. 

Estes são alguns exemplos de especificações técnicas para rampas de acesso:

 

  • Inclinação máxima de

 

  • 6% para desnível até 60cm e comprimento máximo de 10m
  • 8% para desnível até 40cm e comprimento máximo de 5m
  • 10% para desnível até 20cm e comprimento máximo de 2m

 

  • Largura não inferior a

 

  • 1,20m para rampas com mais de 5m de comprimento
  • 90cm para rampas com menos de 5m de comprimento

 

  • Plataforma de descanso

 

  • largura não inferior à da rampa
  • comprimento mínimo de 1,50m

 

  • Corrimãos 

 

  • para desnível inferior a 20cm não é necessário nenhum corrimão
  • para desnível entre 20cm e 40cm e inclinação máxima de 6% só é necessário corrimão de um dos lados
  • de resto devem ter corrimãos de ambos os lados

Materiais e acabamentos

A maioria das rampas de acesso que se vê fora e dentro dos edifício são construídas em cimento e revestidas com pedra. Mas também se pode usar materiais como madeira e metal para executar designs seguros. Independentemente do material de base escolhido, o piso da rampa deve ser feito com algum tipo de material antiderrapante. 

Em relação às rampas de metal e madeira, o tempo de construção no local é menor, uma vez que os lanços já vêm prontos e o trabalho é, portanto, montar as peças e instalar os corrimãos. Logo, por um lado, estes materiais podem ajudar a reduzir o valor da mão-de-obra; mas, por outro lado, o valor das rampas encomendadas ou pré-fabricadas pode variar bastante consoante o fabricante.

Experiência profissional

A maioria dos profissionais com mais anos de trabalho acaba por cobrar mais pela mão-de-obra de qualquer serviço de construção civil. A experiência é, de facto, uma mais-valia e não apenas pela questão estética do trabalho, mas também porque pode beneficiar o cliente em termos de poupança relacionada com a escolha dos materiais e duração da obra.

Localização do serviço

Uma vez que se trata de um serviço de construção civil, o local onde se vai realizar o trabalho vai ser determinante no valor da mão-de-obra. Desta forma, a construção da rampa será mais cara nas grandes cidades e arredores.

Procura construir rampas para mobilidade reduzida para o seu próximo projecto?
Agora que tem uma ideia dos preços vamos encontar o profissional certo para si!

Como sabemos estes preços?
Todos os anos, milhares de pessoas procuram profissionais na Zaask para os seus projectos. Monitorizamos os orçamentos dos profissionais e partilhamos essa informação consigo.
25k Projectos mensais
+400k Orçamentos dados
15k Profissionais que orçamentaram