Leitora ao domicílio

AulasPorto
5.0
(5)
Perfil Básico
5anos de experiência

Leitora ao domicílio

Leitura.
Quem lê, aprende a pensar. E a dizer.

Os livros são uma ligação a toda a humanidade que os leu, ao autor que os teceu, e ao mais profundo de nós mesmos. São o oposto de solidão e isolamento, a antítese de vazio.

Espero poder levar-lhe essa partilha, essa vivência que nos remete para um tempo que ainda era nosso, em que a contar histórias nos fundámos e passámos o testemunho da nossa identidade.

Proponho-lhe que ofereça momentos de conforto afectivo a alguém que lhe é querido, numa prática de comunicação e bem-estar, enquanto se trabalham competências de linguagem, memória, raciocínio e imaginação.
Convido a uma experiência de leitura com a duração de cerca de uma hora - sabendo que o tempo de leitura não pode ser assim medido, porque é elástico, cria uma escala de tempo própria que nos remete para um espaço interior infinito.

Vou a sua casa, ao parque, à residência onde se encontra um seu familiar querido, à hora de deitar dos seus filhos ou como momento de pausa num dia agitado, a um quarto de hospital, a casa de uma amiga como forma de surpresa e companhia num momento mais solitário da sua vida.

Levo comigo várias possibilidades de leitura, e depois de alguns minutos de conversa não terei dificuldade em saber o que será mais apropriado ler naquele momento para aquela pessoa.
Poderei fazer aconselhamento de futuras leituras, alimentar a sua relação com essa fonte de conhecimento e auto-conhecimento que são os livros, nessa escolha possível de evasão ou de tomada de consciência.

Pretendo que este serviço possa ser considerado também no âmbito dos cuidados de companhia, apoio, e conforto a pessoas idosas, doentes ou convalescentes.

Aguardo esse encontro!
Informação validada
perm_identityDados de identificação
emailEndereço de e-mail
phone_iphoneTelefone

avaliações

5
5 avaliações
5
5
4
0
3
0
2
0
1
0
Helena Lopes
Trabalho realizado fora da plataforma
1 Apr 2019
A Cláudia já foi várias vezes ler para a minha mãe, espero poder continuar a fazer com que isso aconteça, é uma alegria saber que lhe posso proporcionar essa companhia e conforto. A minha mãe ganhou uma nova amiga! Ela sempre adorou ler, mas agora já se torna demasiado cansativo... assim pode continuar a ter contacto com os seus livros. Obrigada, Cláudia!
Andre Goncalves
Trabalho realizado fora da plataforma
31 Mar 2019
Estar no hospital não é fácil, ter companhia o tempo todo é impossível; os momentos passados nas visitas da Cláudia foram muito agradáveis, calorosos, a ouvi-la ler contos e a conversar. Obrigada a ela e à minha neta Joana que foi quem a descobriu !
Leonor Correia
Trabalho realizado fora da plataforma
31 Mar 2019
Tenho uma tia muito querida e que sempre foi uma apaixonada por contos de autores de várias nacionalidades mas já não consegue ler as letras pequeninas. Tem uma curiosidade incrível pelo que há de novo nesse género literário. Vi aqui uma oportunidade rara de lhe oferecer momentos de convívio e de regresso às suas histórias. Tem sido uma alegria ouvi-la de novo a conversar sobre as histórias e as personagens.
Paulo Paiva
Trabalho realizado fora da plataforma
30 Mar 2019
Ideia muito interessante. Uma forma de fazer a vida mais livre e intensa. Cá em casa tivemos um enorme prazer em fruir os belos momentos que nos proporcionou. Voz, simpatia, escolha de textos e dedicação não podiam ser melhores. Irá voltar brevemente com toda a certeza... e poderá ser uma boa surpresa que faremos aos nossos amigos ou familiares. Recomendo vivamente a experiência.
Nuno Thedim
Trabalho realizado fora da plataforma
19 Mar 2019
Excelente profissional, conhecedora de múltiplos géneros literários, bem documentada, simpática e eficientemente empática. A minha mãe, com idade avançada e problemas de visão, pôde retomar os seus hábitos de leitura, trocar impressões conhecimentos e histórias, conhecer novas propostas e ser ouvida por alguém com a sensibilidade, a paciência e a maestria que se exigem a um bom comunicador. E a comunicação, é uma das melhores panaceias para a solidão. Recomendo vivamente!

Portefólio


Ver todas as fotografias e vídeos

Perguntas e respostas

Em que informações deve um ou uma cliente pensar acerca do projecto que quer realizar antes de falar com profissionais?
Deve equacionar conscienciosamente a relação custo-benefício deste serviço: por um valor diminuto, poderá oferecer a alguém de quem gosta experiências de valor cultural e afectivo, de prática linguística, de imaginação, de partilha e comunicação, que são preciosos no tempo que já não temos, em que perdemos facilmente a possibilidade de parar, de acompanhar quem precisa de companhia, de cultivar e usufruir das criações culturais que nos tornam únicos enquanto espécie, e nos salvam da ignorância e do isolamento.
Que formação e experiência tem relacionadas com a sua actividade?
Desde que aprendi a ler, creio que não houve um único dia da minha vida em que não o tenha feito, mesmo sendo esse momento tantas vezes empurrado para os últimos minutos do dia, um parágrafo ganho na luta com o sono.
Na infância havia muitos livros na casa dos meus pais, que lia sem grandes restrições (aos doze anos fui lendo os volumes verdes do Eça de Queirós que estavam na estante, com grande fascínio).
A minha formação escolar é na área de Humanidades, e tenho um curso superior de Turismo, com uma forte ênfase na área da História e da História das Artes.
Durante anos dei formação na área comportamental e, com os formandos, praticava curtos períodos de leitura, que constituíam momentos muito apreciados.
Os meus horários como formadora e técnica de Turismo permitiram-me pôr em prática esta prestação de serviço de forma pontual, o que me proporcionou uma grande realização pessoal e alguns amigos de idades improváveis.
Pretendo que esta actividade tenha cada vez mais preponderância.
Que conselhos daria a alguém que quer contratar profissionais do seu sector? Há algo fundamental a ter em conta?
A experiência deve ser totalmente personalizada, de acordo com necessidades muito específicas do destinatário do serviço; quanto mais informação me for dada sobre a idade, os gostos, e situação do destinatário do serviço, mais apropriadas serão as propostas que poderei fazer.
Ver mais