Receba até 5 propostas de profissionais como Fábio Tomé em poucas horas.

Veja as 5
Fotografias
portfolio 1/5  - Feira de Viagens Mundo Abreu 2014 portfolio 2/5  - Evento 50 Anos Xerox, Navio Ópera, Lisboa portfolio 3/5  - Evento BSD Solutions, Plaza Ribeiro Telles, V.F.Xira portfolio 4/5  - Evento Lexmark Finance Automation, CCB, Lisboa portfolio 5/5  - Evento Desafios Banif, Resort do Bom Sucesso, Óbidos

Sobre Fábio Tomé

Olá a todos.

Desde já agradeço o V/contacto e visualização do meu perfil.

Com experiência na área superior a 10 anos, apresento-me como um profissional com grande know how em gestão, produção e organização de eventos, diferenciando-me pela diversidade e pluralidade de acções produzidas, carteira de contactos que abrange diferentes áreas e segmentos relacionados com eventos, bastante diversificada, atualizada evento a evento, pelo meu percurso profissional.

Desta forma, poderei avançar com respostas aos V/pedidos com a maior brevidade, orçamentos ajustados a cada realidade, personalizável e ad hoc, de acordo com as expectativas por V/definidas.

A minha missão é proporcionar as melhores ofertas e soluções para eventos, numa óptica assertiva de superação de expetativas, tanto a nível comercial, como a nível relacional.

Linkedin

Verificado

Email

Activo

Perguntas e Respostas

Descreva um projecto recente que tenha gostado de realizar. Quanto tempo durou a sua execução?

Recentemente tive o desafio de fazer um evento para 200 pessoas, antecipando o espectáculo Mamma Mia na Praça de Toiros do Campo Pequeno. Foi um desafio, uma vez que toda a produção e logística ficaram a meu cargo. Com algumas surpresas pelo meio e questões que nos estavam a escapar, fomos resolvendo cada situação com o melhor interesse no sucesso do evento, cujo mote eram os 20 anos da marca que estava associada à acção, pelo que não poderíamos falhar em nada, nem sequer ter o mínimo comprometimento. Toda a concepção e produção do evento, com alterações, novos briefings, montagem, evento e desmontagem, levou sensivelmente 1 mês e meio.

Tem um modelo de pricing standard para os seus serviços? Se sim, descreva em seguida os seus detalhes.

Não existe um modelo. Existe sim, segundo a minha forma de actuar e estar no mercado de trabalho, soluções ajustáveis e personalizaveis segundo as expectativas, gostos e definição de briefing dos clientes. Portanto, o pricing para eventos, está sempre sujeito a uma boa procura de alternativas, boa carteira de contactos, excelente capacidade negocial e definição de prazos de pagamento/recebimento, por forma a garantir que todas as partes estão envolvidas e comprometidas com o sucesso das acções, sem que isso afecte ou inviabilize o seu fundo de maneio para eventos.

Como é que começou a trabalhar nesta área profissional?

Comecei a trabalhar na área com a entrada na faculdade, em 2007. Após alguns eventos de pequena dimensão, a empresa foi apostando em mim e a cada evento eu tinha maior autonomia para decisão, gestão e formação de equipas, concepção dos eventos e uma cada vez maior capacidade relacional com os diferentes clientes e participantes.

Que conselho daria a um cliente que esteja à procura de contratar um profissional na sua área de trabalho?

De uma mesma forma e equilíbrio, considero que a investigação e a procura são tão importantes quanto o risco e a descoberta. Um profissional na área de eventos, deve ser uma pessoa multifacetada e com uma enorme capacidade de adaptação aos elementos e ambientes que o rodeiam. De caras que, o profissional, deve ter uma boa diversidade de contactos que lhe permitem uma capacidade de resposta a eventuais problemas e obstáculos, com uma rapidez acima da média. No entanto, estes contactos desenvolvem-se ao longo de um percurso profissional. Daí que, o meu conselho é, sem duvida, um risco calculado com base no percurso e pluralidade de eventos e acções produzidas, ao longo desse percurso profissional de destaque.

Que curso(s) e/ou formação possui relacionados com o seu trabalho?

Sou licenciado em Gestão de Empresas Turísticas, pela Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril.

Qual é o seu processo típico para trabalhar com um novo cliente?

Conhecer o cliente, primeiramente. Perceber qual ou quais as suas áreas de intervenção, o seu core business. Seguidamente, quais as principais motivações para realizar eventos e iniciativas, nomeadamente qual o target destes eventos, se interno ou clientes. Após, é importante perceber qual o histórico de eventos, se é que existe, para não cair no erro de replicar acções em locais iguais, semelhantes ou com as mesmas características dos já produzidos. Ser diferenciador, é sempre um alerta que tento passar para o cliente.

Que questões deve um cliente pensar antes de falar com um Profissional sobre o seu projecto?

Resumidamente, quatro grandes questões: O que pretende fazer, para quem pretende fazer, onde pretende fazer e qual o budget que pretende investir.

Com que tipos de clientes é que já trabalhou anteriormente?

Clientes da área de turismo e agências de viagens, feiras de turismo, embaixadas em Portugal, área da saúde e cosmética, área de informática e printing, sector automóvel, área das tecnologias, desporto e entidades bancárias.

A processar...

Tem a certeza de que quer desistir de publicar este pedido? Já respondeu a das questões.