Daniel Guerreiro

FotografiaBarreiro
5.0
(4)
Perfil Básico
1trabalhos ganhos
2colaboradores/as

Daniel Guerreiro

Daniel Guerreiro, 27 anos, nascido em Lisboa, Portugal, faz da fotografia a sua vida. Desde criança, por influência dos seus pais que tem contacto com o mundo da fotografia. Desde a sua juventude que se manteve ligado à fotografia e começa a publicar alguns dos seus trabalhos nas redes sociais. Sendo que o "feedback" que recebia era positivo decide em 2014 a iniciar a licenciatura em Fotografia na Universidade Lusófona em Lisboa, tendo alguns dos seus trabalhos publicados no livro Over&Out e na exposição com o mesmo nome que decorreu no museu de Lisboa. Em Agosto de 2015 o trabalho final da cadeira de História e Técnicas de Fotografia II para o Centro Imagem UNESCO realizado no Centro de Dia AADIES designado "A dignidade do idoso enquanto ser humano" exposto no Centro Cultural de Ermidas-Sado, Santiago do Cacém, Setúbal, com o apoio da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Centro Imagem e Som UNESCO, AADIES, Câmara Municipal de Santiago do Cacém e Junta de Freguesia de Ermidas-Sado.
Informação validada
emailEndereço de e-mail
phone_iphoneTelefone

avaliações

5
4 avaliações
5
4
4
0
3
0
2
0
1
0
Rakel
Trabalho realizado fora da plataforma
20 Dec 2016
Muito professional adorei :) Obrigada e em breve voltaremos a fazer outra
Carla Brito
Trabalho realizado fora da plataforma
20 Dec 2016
Um trabalho excelente, e adoro o facto de ele ouvir sempre a minha opinião é fazer tudo de maneira a que eu fique mais confortável em frente da câmera
Flávia Freire
Trabalho realizado fora da plataforma
19 Dec 2016
Um profissional 5*! Já tive o prazer de fazer alguns trabalhos, cujo resultado final foi sensacional! Consegue sempre captar o melhor enquadramento para tirar fotografias lindissimas- Além das fotos a pessoas, já vi trabalhos espectaculares a paisagens, com fundos de corta a respiração. Recomendo vivamente, e estou à espera da proxima sessao :D
Resposta de Daniel Guerreiro19 Dec 2016
Obrigado pela preferência. Nos primeiros calores de 2017 teremos nova sessão!
Maria
Trabalho realizado fora da plataforma
19 Dec 2016
Bastante profissional. Preços muito em conta. Fotografia de producto muito bem conseguida. Irei contratá-lo novamente.

Portefólio


Ver todas as fotografias e vídeos

Perguntas e respostas

Em que informações deve um ou uma cliente pensar acerca do projecto que quer realizar antes de falar com profissionais?
O cliente deve questionar-se o que quer fazer em concreto. Não fique à espera que o profissional saiba o que vai na sua cabeça. Diga exatamente o que deseja, faça um desenho, descreva-o, o profissional vai ajudá-lo a tomar decisões. Por mais estranha que lhe pareça a ideia faça uma descrição pormenorizada, não tenha medo nem vergonha de se exprimir, o profissional irá ajudá-lo a concretizar uma ideia. Pense num valor máximo para o projecto, é possível que algumas coisas que tenha em mente tenham um custo demasiado elevado para si ou para a sua empresa, por isso, tenha sempre em conta numa alternativa.
Que formação e experiência tem relacionadas com a sua actividade?
Frequentei o CET em Fotografia no Instituto Superior de Educação e Ciências em Lisboa e a licenciatura de Fotografia na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias em Lisboa.
Que conselhos daria a alguém que quer contratar profissionais do seu sector? Há algo fundamental a ter em conta?
Fotografar é muito mais do que carregar num botão. Existe toda uma aprendizagem para lá de carregar um botão adquirida ao longo dos anos. Por vezes os preços que os profissionais pedem podem assustar, contudo, a realidade é que nós, fotógrafos temos equipamento no valor de 5000€ ou mais, gastámos 20000€ em cursos e tal como os nossos clientes também temos as nossas despesas e os nossos encargos e também precisamos de comer. Lembre-se que todos os preços são negociáveis, transmita a sua ideia ao profissional, oiça os conselhos que ele tem para lhe dar e discuta um preço com ele dentro das suas possibilidades. E antes de aceitar um contrato lembre-se sempre de ler "as letras mais pequenas".
Ver mais