O crescimento do mundo da internet como espaço de divulgação e aparecimento de plataformas de e-commerce tem feito com que a gestão das empresas online se venha a dificultar. Com uma concorrência mais intensa, nas quais a aposta no marketing se torna cada vez mais fundamental, o tempo efetivo para dedicar a outros aspetos fulcrais para o funcionamento da empresa digital, como a gestão de stock, pode converter-se num autêntico desafio.

Por isso, novos conceitos empresariais começaram a tecer-se nos meandros digitais, trazendo alternativas e oportunidades para que comerciantes e pessoas empreendedoras possam continuar a dedicar-se à divulgação da sua empresa, delegando a terceiros alguns dos aspectos mais físicos e custosos.

O dropshipping é um exemplo disso mesmo. Este modelo empresarial foi implementado por plataformas de gestão logística permitindo que um determinado revendedor – o comércio electrónico – possa delegar a tarefa de gerir os produtos e enviá-los ao seu cliente final, a um retalhista ou a outras distribuidoras. Neste artigo explicaremos como funciona o processo de dropshipping e analisaremos as suas vantagens para que possa avaliar se esta é uma boa forma de gerir o seu negócio digital.

dropshipping

Como funciona?

O processo de dropshipping permite convertê-lo num intermediário, com a vantagem de poder associar os produtos em questão à sua própria marca. Através da loja online pode vender mercadoria que realmente não tem em stock, através da negociação com fabricantes e grossistas que se responsabilizem por esta parte do processo.

Quando o ou a cliente faz uma compra através da sua loja digital, o provedor em questão também terá tanto a responsabilidade de personalizar o produto como de realizar o envio do mesmo.

Dropshipping: quais as vantagens?

O dropshipping é uma forma de gestão logística que tem vindo a ganhar força nos últimos anos no mundo digital. Muitas pessoas com empresas orientadas para o e-commerce encontram, nesta forma de fazer negócio, uma maneira de se focarem mais nas estratégias de vendas da sua loja, delegando as preocupações relativas ao stock e à expedição dos seus produtos para websites de distribuição e retalho.

Esta forma de gerir o negócio online apresenta diversas vantagens e faz com que, cada vez mais, as empresas online optem por coordenar os seus esforços com sites orientados especificamente para este tipo de serviço, poupando tempo e gerindo, de forma mais eficaz, os produtos que vendem nas suas lojas online.

Para quem deseja abrir um negócio digital ou procura uma fórmula eficaz e simples de gerir o seu negócio, as vantagens do dropshipping podem ser justamente aquilo que procura.

Para começar, o dropshipping permite que qualquer pessoa que conheça um potencial cliente, interessado num determinado produto possa tornar-se um vendedor. Com recurso a um site especializado na gestão de stock, este vendedor pode tornar-se um empreendedor e fazer o seu negócio sem que, para isso, precise de investir num espaço de armazenamento de stock ou de fazer um grande investimento inicial em produtos para venda. Assim, evitará uma série de gastos e irá reduzir os custos fixos.

O dropshipping irá poupar ao à pessoa empreendedora todo o trabalho relacionado com a gestão logística e, neste sentido, todo o processo – desde embalar o produto até que este seja enviado ao consumidor final – será delegado a profissionais competentes. Isto permitirá que os administradores e administradoras das lojas online se dediquem às estratégias de optimização das vendas.

Este tipo de processo permite ter uma grande amplitude de produtos, inseridos em diversos segmentos e nichos de mercado e costuma implicar que o cliente final efetue o seu pagamento antes do envio, já que os administradores das lojas devem negociar as condições do crédito com as empresas de dropshipping.

Além de melhorar e facilitar a gestão efetiva do comércio online, este tipo de serviço goza ainda da vantagem de não estar ancorado a nenhum país, havendo uma certa liberdade geográfica. As pessoas que utilizem este tipo de serviço deverão garantir que o cliente final se encontra num país de destino para o qual o fornecedor tem serviços de entrega.

dropshipping

Contudo, este modelo de negócio também tem algumas desvantagens, como a necessidade de realizar um bom trabalho em termos de SEO e SEM, a elevada concorrência, a duplicação dos custos do produto final e a possível falta de compromisso por parte dos parceiros.

O que torna o serviço de dropshipping indicado para a sua loja de e-commerce?

Os espaços dedicados ao dropshipping irão, como já vimos, estender algumas vantagens efetivas aos promotores de negócios de e-commerce. Mas, afinal, será que este tipo de serviço de gestão é indicado para toda a gente?

Este tipo de serviço poderá ser muito indicado para quem deseja adicionar ou enviar produtos, de diversas gamas e sectores, com relativa facilidade e sem os constrangimentos de aquisição e reserva de stocks, assim dizendo, sem implicar um processo logístico.

O dropshipping ajudará empresários e empresárias online a pouparem mais tempo, criando estruturas flexíveis de delegação que permitem que toda a gestão de encomendas seja feita por parceiros, o que deixará mais espaço para que se dedique às estratégias de construção, expansão e promoção da marca.

Apostar numa plataforma de dropshipping pode ser muito adequada para quem deseja iniciar um negócio de sucesso na internet e quer evitar os constrangimentos relativos à gestão do stock, armazenagem e investimento que este implicaria. Ao estar a poupar tempo, é possível gerar rendimentos mais efectivos, aumentado o volume de negócio sem que seja necessário um investimento inicial muito elevado. Se esta é a parte do negócio que o persuadiu a criar a sua própria loja online, então não pense mais e comece a criá-la com a ajuda profissional adequada.